Artistas

Marcelo Amorim

Marcelo Amorim coleciona e apropria-se de imagens para a partir delas produzir principalmente desenho, pintura e vídeo. Retiradas de acervos particulares, manuais, livros didáticos, mídias sociais, as imagens tem procedências diversas e parecem ser de um passado distante.


Através de montagens e transposições o artista liberta intenções, particularidades e gestos contidos nas imagens com o intuito de revelar seu papel de conformadoras de comportamentos
e levantar questões sobre os valores culturais históricos e sua evolução ao longo do tempo. Premiado no Salão Nacional de Artes de Itajaí (2012), seu trabalho integra as coleções institucionais da Fundação Cultural de Itajaí, Museu de Arte de Ribeirão Preto,
Instituto de Cultura Contemporânea e do Instituto Figueiredo Ferraz. O artista vive e trabalha em São Paulo.


 


Principais exposições individuais: "Como Desenhar Crianças". Elefante Centro Cultural, Brasília, (2015), "Honra ao Mérito". SESC Piracicaba, Brasil (2015), Ventriloquia (itinerância). Museu de Arte de Ribeirão Preto, (2014).


Principais exposições coletivas: "A luz que vela o corpo é a mesma que revela a tela", CAIXA Cultural Rio de Janeiro (2017), "O acervo MARP e seus núcleos". MARP Ribeirão Preto (2015), "Espírito de Cada Época", Instituto Figueiredo Ferraz, Brasil (2015).

Obras do artista