Artsoul

Conheça nossas peças de design

Artista

Marcos R Schmidt

Em 2018, fui convidado por Marta Schmidt para visitar o acervo que abriga as obras do artista visual Marcos Rodolfo Schmidt, por ela mantido em Alfenas, cidade do sul de Minas Gerais. A partir do desejo de Marta de reencaminhar a obra de seu irmão ao circuito de arte, elaborei um plano de trabalho que resultou em um primeiro dossiê, a partir do qual realizei um ensaio crítico e a curadoria desta exposição. Foi a primeira vez que organizei um acervo sem a presença de seu respectivo artista, fato que exigiu uma leitura minuciosa de cada obra. Essa organização ocorreu sob uma perspectiva sincrônica, quando aproximações entre obras − produzidas em períodos distintos − passaram a formar campos de força, que não denotam um passado ou um futuro, mas um presente. Marcos Rodolfo Schmidt nasceu em 18 de maio de 1943, no município de Santos (SP), e faleceu em São Paulo, em 29 de outubro de 2006. Sua formação acadêmica, realizada integralmente na cidade de São Paulo, compreende a graduação em Educação Artística pela Faculdade de Belas Artes; os cursos de Desenho, Pintura e História da Arte pela Fundação Armando Alvares Penteado; e a graduação em Cinema pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. 


A obra de Marcos começa a ser exposta nos anos 1960, sob reverberações do Concretismo e do Neoconcretismo, movimentos brasileiros vinculados às tendências construtivas internacionais, e de produções que envolveram novos conceitos de figuração, expostas em importantes mostras como Opinião 65 e Nova Objetividade Brasileira. Desde a sua participação no Salão Novos Valores, evento da X Bienal Internacional de Arte de São Paulo, um diálogo crítico com as questões postas pelas tendências construtivas foi estabelecido por Marcos Rodolfo Schmidt. No percurso de Marcos, uma substantividade, norteadora de suas operações de cortes e dobras, encontra-se presente em obras dos anos 1960/1970. Os materiais escolhidos para essas operações – metal, feltro e papel − funcionam como sujeitos do discurso, ou seja, as qualidades próprias de suas na-turezas não são omitidas. Essas operações de cortes e dobras foram atualizadas em obras cromáticasdas décadas seguintes, a partir de sequências geométricas efetuadas sobre telas superpostas, e da integração das qualidades de espaços arquitetônicos aos seus discursos. Esta exposição representa um primeiro recorte da obra de Marcos Rodolfo Schmidt, a partir do qual é possível perceber sua dedicação às questões presentes nos desdobramentos das vertentes construtivas na contemporaneidade.


Por Ronaldo Moreira Auad

Por: Casagaleria e Oficina de Arte Loly Demercian

Confira

Obras deste Artista

Sem título

Marcos R. Schmidt

R$ 4.595,00

Newsletter

Artsoul Comunicação Digital LTDA | CNPJ: 29.752.781/0001-52

Escritório: Rua Quatá, 845 - Sala 2, Vila Olímpia, São Paulo, SP, 04546-044

WhatsApp
Fale conosco via WhatsApp