Agenda

Fause Haten - Atelier Aberto 

Fause Haten, Atelier Aberto - rua padre adelino, 277 belém - são paulo - sp

Fause Haten - Atelier Aberto 
Busca da identidade permeia mostra do artista 
visual Fause Haten no seu atelier, em São Paulo 

Mostra performática revela produção recente   

O artista visual Fause Haten abre sua casa atelier, nos dias 07-08 e 14-15 de março de 2020 (sábados e domingos), das 11h às 18h, no bairro do Belém, em São Paulo. Com curadoria de Renato De Cara, Haten apresenta sua produção mais recente, entre  fotografia, pintura têxtil, escultura e performance.

Tomando como base o fazer e a construção de peças têxteis, Fause abre seu acervo e, a partir de peças suas e outras garimpadas por brechós do mundo todo, passa a ressignificá-las, transmutando-as em esculturas-objetos, em formas de rostos ou máscaras apenas com a aplicação de alfinetes, alcançando os volumes pretendidos. Para falar de identidade - e a busca por uma, e requinte, ostentação, perdas e danos, o artista usa formas de membros em suas obras recentes.

Como parte da programação, acontece apresentação de duas performances: "Lê+Lé: Eu sou um Monstro" (leitura/performance em português), no dia 07 e 13 de março de 2020, às 11h;  Lê+Lé: I'm a Monster (leitura/performance em inglês), no dia 14 de março de 2020, às 11h e "CemPeitos", no dia 15 de março de 2020, às 16h. As performances são gratuitas e tem um limite de 20 pessoas de público. Reservas devem ser feitas previamente pelo WhatsApp (11) 982.232.000. As apresentações fazem parte do Circuito Paralelo de Artes de SP, o FAROFFA - que acontece paralelamente a 7ª Mostra Internacional de Teatro de São Paulo - MITsp.

Séries
"NES-PAS-PORTER". O que não é feito para o vestir de um corpo humano, mas utiliza todo o pensamento de costura, requintes de bordados, modelagem e tridimensionalidade na busca por uma forma. O artista, a partir de sua história na construção de roupas, passa a utilizar esse "savoir-faire", realizando formas, agora com objetivos poéticos. A modelagem, é usada para vestir um outro corpo, que não é o humano. Em alguns casos esse "novo" corpo é esculpido pelo artista na argila, para depois ser moldado em resina. Depois disso, esse novo corpo de resina serve como base para ser "vestido". Sobre ele, são aplicados a modelagem e todas as técnicas da costura e da moda.

"PINTURA TEXTIL". A partir de um registro fotográfico ou visual, a pintura é feita não com tintas mas com fios, linhas e tecidos. 

Performances
"CEMPEITOS". Uma performance sobre o peso do feminino que acomete o corpo contemporâneo. O artista, a partir de materiais que mimetizam o feminino de forma imediata, experimenta mover-se apesar das dificuldades. As 100 próteses de peitos de diferentes tamanhos e formatos, instalados no ambiente antes da presença do artista junto com alguns pares de sapatos, serão manipulados, experimentados, vestidos dando camadas ao corpo que esvaziam seu sentido primeiro em detrimento de uma figura de aspecto escultórico. O desafio será calçar e descalçar os sapatos, numa insistência repetitiva que alterna queda e recuperação, relações de controle e privacidades. Foi apresentada previamente na mostra de performances e live art MOVIMENTA #2, realizada em julho/2016, na Galeria Mezanino, em São Paulo. 

"Lê+Lé: EU SOU UM MONSTRO". Uma performance sobre o sentimento do artista de se sentir e ou parecer desencaixado na sociedade vigente. O performer a partir de um conto de sua autoria, sobre um suposto artista, narra os acontecimentos antes, durante e depois da maior exposição de sua carreira até então. Faz uma reflexão sobre os limites da arte e da criação para discutir o impulso do artista para realizar suas obras.

Sobre o artista
Fause Haten nasceu em São Paulo/SP, onde vive e trabalha. Com mais de 30 anos como estilista, o artista descendente de libaneses é considerado um dos maiores talentos do design de moda do Brasil e vem se destacando nos últimos anos em trabalhos como figurinista e performer. 

Nos anos 90, participou do Phytoervas Fashion, Morumbi Fashion e São Paulo Fashion Week, desde suas primeiras edições. A partir de 2000, integrou a Semana de Moda de NY e a Semana Oficial de moda de Milão. Em 2009, graduou-se em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Célia Helena e começou a transformar e transgredir os seus palcos. 

Em 2011, realizou o seu primeiro desfile/performance chamado "Clarisse", onde narrava e dirigia a performance em cena. Em 2013, faz seu desfile performance "O MUNDO MARAVILHOSO DO DR. F." no Teatro Faap, em São Paulo, onde as modelos são substituídas por bonecas marionetes de 70 cm de altura.

Em 2014, realiza a performance "Me ofereça seu corpo e eu te faço Rainha" no Teatro Faap, durante a SPFW. Faz a sua estréia como ator/performer, autor e encenador na peça "A FEIA LULU", no Teatro Faap, em 2014. Uma performance onde presta uma homenagem ao casal da moda Yves Saint Laurent e Pierre Bergé. 

Realizou a performance "Um "Styling" para Condessa Sahyoun" no Espaço FH, durante a SPFW, em 2015. Em 2016, criou e fez a co-curadoria do projeto #FOradaMOda no Sesc Ipiranga, onde também esteve montou a instalação a Fábrica do Dr. F., apresentando o seu processo de criação na moda, teatro e artes visuais.

Em 2017, estreou seu segundo texto, Lili Marlene, um anti Musical, com texto e musicas de sua autoria. Desde 2010, realizou mais de 50 figurinos de teatro, entre musicais e óperas, para diretores como Fred Hanson, Miguel Falabella, Elias Andreato, Rafael Gomes e Christiane Jatahy. 

Fez também o figurino de 6 turnês da cantora Maria Rita, sendo que em "Eu e Ella - Maria Rita canta Ella Fitzgerald", de 2015, assina também a direção e cenário. 




SERVIÇO RÁPIDO
Fause Haten - Atelier Aberto 
curadoria
 Renato De Cara 
visitação: 07-08 e 14-15/03/2020, sábados e domingos, das 11h às 18h
performances: "Lê+Lé: Eu sou um Monstro" (leitura/performance em português), nos dias 07 e 13/03/20, às 11h
Lê+Lé: I'm a Monster (leitura/performance em inglês), no dia 14/03/20, às 11h
"CemPeitos", no dia 15/03/20, às 16h
limite público: 20 pessoas cada sessão
onde: rua padre adelino, 277
belém - são paulo - sp
metrô: belém - linha 3 vermelha
quanto: grátis

redes sociais
fb:
 /fauhaten
insta: @fausehaten
 

créditos
Divulgação