Artistas

Celso Renato

A obra de Celso Renato compõe-se de um rigoroso e, ainda assim, desprendido diálogo formal entre pintura e matéria. Se sua prática inicial é tributária do expressionismo abstrato, posteriormente é marcada também pela assimilação de atributos geométricos e da confabulação conflituosa entre a pintura e seu respectivo suporte físico, no seu caso constituído principalmente por madeiras descartadas como sobras de construções. Nesse sentido, refere-se a fundamentos do construtivismo, passando pela abstração informal à geométrica, para materializar-se numa forma única, marcada por traços graves e austeros, e também pela eleição das cores branco, preto e vermelho. O resultado é uma vibrante diagramação dos planos que delineiam e corporificam um exercício pictórico tramado em seus próprios limites físicos e estéticos, reunindo num só lance a natureza da pintura, da escultura e da colagem.

Celso Renato (1919 – 1992, Rio de Janeiro).
O artista participou de inúmeras mostras individuais e coletivas que incluem: Kiti Ka'Aeté, The Modern Institute, Glasgow (2015); Celso Renato, Mendes Wood DM, São Paulo (2015); Tudo é Brasil, Itaú Cultural, São Paulo (2004); Mapa do Agora: Arte Brasileira na Coleção João Sattamini do Museu Contemporâneo de Niterói, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo (2002); Bienal do Século XX, Bienal de São Paulo (1994); 4 X Minas, Museu de Arte de São Paulo (MASP), São Paulo (1994); Begegnung mit den Anderen, Kasel (1992).

Obras do artista