Artistas

AMILCAR DE CASTRO

AMILCAR DE CASTRO (Paraisópolis MG 1920 - Belo Horizonte MG 2002)

 


Amilcar Augusto Pereira de Castro, escultor, gravador, desenhista, diagramador, cenógrafo, professor. Participou de exposições do grupo concretista, no Rio de Janeiro e em São Paulo, em 1956, e assinou o Manifesto Neoconcreto em 1959. No ano seguinte, participou em Zurique da Mostra Internacional de Arte Concreta, organizada por Max Bill. Em 1968, foi para os Estados Unidos, conjugando bolsa de estudo da Guggenheim Memorial Foundation com o prêmio de viagem ao exterior obtido na edição de 1967 do Salão Nacional de Arte Moderna (SNAM). De volta ao Brasil, em 1971, fixou residência em Belo Horizonte. Tornou-se professor de composição e escultura da Escola Guignard, na qual trabalhou até 1977, inclusive como diretor. Lecionou na Faculdade de Belas Artes da UFMG, entre as décadas de 1970 e 1980. Em 1990, aposentou-se da docência e passou a dedicar-se com exclusividade à atividade artística.

 

“ (…) Discípulo de Guignard aprendeu logo cedo a importância da linha, “que separa e define os espaços” dizia. E desde sempre desenhava as suas ideias e pensamentos que depois poderiam ou não se transformar em esculturas, pinturas ou mesmo desenhos. Mas foi sempre a partir da linha, da observação do plano, que Amilcar partia para conquistar o espaço.

“A linha para mim tem uma importância fabulosa. E, de acordo com a organização dessa linha no espaço, pode ser escultura, pode ser desenho, mas é sempre a linha que é a estrutura da minha sensibilidade”

 


As esculturas de cor te e dobra nascem de gestos simples de cor tar e dobrar uma chapa plana, criando a obra no espaço. O cor te define a forma. E a dobra, de pura sensibilidade do artista, vem e cria o vazio. O lugar da luz. E o que foi um desenho surge então como forma em movimento no espaço, onde a matéria dialoga com a luz. E percebe-se que o todo, a escultura pronta, está harmonicamente sustentada pelo movimento das linhas no espaço.”


[ Amilcar de Castro e a Linha, texto de Rodrigo de Castro ]

 

Obras do artista