Agenda

"Que espécie de coragem, de Regina Parra"

Galeria Millan - Rua Fradique Coutinho, 1360

"Que espécie de coragem, de Regina Parra"

Em um momento em que as narrativas sobre o Brasil estão sendo disputadas com intensidade máxima, neste cenário tradicional para as manifestações políticas em SP, o trabalho de Regina Parra nos faz observar nossos impulsos insurgentes e nossos limiares de resistência. O que nos faz tolerar a opressão? Onde está o ponto crítico da insurgência? Em que momento a insatisfação pode transformar a imobilidade da subserviência em criações desobedientes? De que maneira a fé no movimento insurgente poderá fazer eclodir uma transformação nas estruturas de poder? Como será possível construir esse novo sistema, esse novo presente? É preciso continuar.

--Texto de Bernardo Mosqueira para a Mostra 3M de Arte.

Coragem

O neon por definição é um elemento químico – Ne. Um gás nobre e incolor, inerte e presente em pequena quantidade no ar atmosférico – porém muito abundante no Universo. “Néon” vem do grego e quer dizer novo.
“Coragem” deriva do latim coraticum, “coração”.  Coragem é , por definição, “falar do coração”. Mas coragem também pode ser palavra de ordem, repetida como agressiva demanda. “Que espécie de coragem?” é a pergunta feita pela personagem Aurora, na peça “Os sete gatinhos”, de Nelson Rodrigues. A personagem Aurora é prostituta e é livre. Aurora é promessa e ameaça. Como esse turbulento 2020

Regina Parra (São Paulo, 1984) é artista plástica. Mestre em Teoria e Crítica da Arte pela Faculdade Santa Marcelina e bacharel em Artes Visuais pela Faap. Nos últimos anos, realizou exposições individuais na Galeria Millan (SP), Fundação Marcos Amaro (SP), MASC_Museu de Arte de Santa Catarina (SC), entre outras. Das diversas coletivas que participou destacam-se Against Again, Shiva Gallery, NY; Sertão: Panorama da Arte Contemporânea, MAM, São Paulo; Histórias Feministas, MASP, São Paulo; Arte Atual, curadoria Diego Mauro, Luana Fortes, Priscyla Gomes, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo; What I really want to tell you, Atchugarry Art Center, Miami; Hole in Maps, 601 Artspace, Nova York; FUSO – Festival Internacional de Video Arte, Museu Nacional de Arte Antiga. Em 2020 foi selecionada para o Programa de Residência Artística do Watermill Center, em Watermill (NY). No ano anterior, participou do programa de residências artísticas da Annex_B, em Nova York, EUA. Em 2018, esteve em residência artística na Residency Unlimited (NY)  e foi premiada pelo Edital da Mostra 3M de Arte. Em 2017 foi contemplada com o Prêmio da SP_Arte e, em 2012 contemplada com o Prêmio de Videoarte da Fundação Joaquim Nabuco e indicada ao Prêmio de Artistas Emergentes, Cisneros Fontanals Art Foundation, Miami, EUA. Recebeu também o I Prêmio Ateliê Aberto Videobrasil (2011) e o Prêmio Destaque da Bolsa Iberê Camargo (2009). Sua obra faz parte do acervo de instituições como Pinacoteca de São Paulo, Instituto Figueiredo Ferraz, Fundação Joaquim Nabuco, VideoBrasil, Fundação Marcos Amaro, entre outras.
http://www.reginaparra.com.br
http://www.reginaparra.com.br/texts

Exposição pode ser acessada pelo link:

https://galeriamillan-viewingroom.exhibit-e.art/pt/viewing-room/que-especie-de-coragem-de-regina-parra#tab-1:slideshow;tab-2:thumbnails