Artistas

Marcos de Oliveira

Marcos de Oliveira. Ibiaporã, Mundo Novo, BA, em 1980. Vive e trabalha em São Paulo, SP.

Artista Visual, Autodidata, seu interesse maior é a arte. A construção de suas primeiras obras, gira em torno do cotidiano de sua terra natal e de histórias sobre o cangaço. No início, desenha a carvão, usando as paredes de sua casa, e guache para papéis e cartolina. Suas primeiras exposições acontecem ainda em Mundo Novo, em 2001 e 2002, quando passa a utilizar telas preparadas por ele mesmo. Nesse mesmo ano é convidado a participar do I Festival de Cultura do Interior da Bahia, realizado em Salvador, onde vende suas primeiras obras.

​Após passar algum tempo em Goiânia, GO, dedicando-se integralmente à pintura, em 2003, transfere-se para São Paulo, SP.

Sua obra vem mudando ao longo de sua trajetória artística; não o estilo, mas a poética, criando obras que apresentam uma dicotomia: homem e máquina, seres fantásticos, anjos e guerreiros celestiais.

Atualmente Marcos de Oliveira trabalha na série de pinturas intitulada “O portal”, em painéis de médios e grandes formatos. Essa série tem como ponto de partida os assuntos ligados a ufologia, filosofia e espiritualidade, seguindo as séries dos avistamentos e seres fantásticos. 

Em 2018, recebeu o Prêmio Aquisição na II Bienal das Artes de Brasília/DF, com a obra O grande portal, que faz parte da série mencionada.

Realiza diversas exposições pelo Brasil e até no exterior, entre as quais merecem destaque: “Sobre Anjos, Santos e Guerreiros” Centro Cultural da Caixa, São Paulo, SP, (2012)’ “Um olhar sobre o nordeste” — Centro Cultural da Caixa, São Paulo, SP, (2004); exposição e lançamento do livro “Contando a Arte de Marcos de Oliveira”, de autoria de Oscar D’Ambrósio e Noovha América Editora — São Paulo, SP, (2009); e dois painéis seus fazem o cenário do programa Metrópolis, da TV Cultura, São Paulo, SP, (2009); “Mistura bem temperada” — Museu de Arte de Goiânia, GO (2009); “Atelier Aberto” — SESC Piracicaba, SP, (2010); “Traços e Cores” — IQ Art Gallery/São Paulo, SP, (2011); “Marcos de Oliveira — Imagens e Símbolos” — Galeria Municipal de Artes de Marília, SP, (2012); “Mundo Fantástico” — Espaço Galeria/SP, (2014); “Apresentou suas obras no Telão do Domingão do Faustão TV Globo, SP, (2014); “SPIRITUALITY” — (Livin'Art Gallery — Lucca — Itália, (2017); “DA TERRA” — Espaço Cultural Alcedino Vilela — Alphaville — SP, (2017); 1.º Encontro Nacional “Volta a São Paulo em mais de 80 malas” — Espaço Cultural Conjunto Nacional, São Paulo, (2004); exposição no MAPA — Museu de Arte de Assis/SP, (2005); 11.º Salão Paulista de Arte Contemporânea — MAC USP/SP, (2006); 34.ª Semana de Portinari — Artista homenageado com Sala Especial — Brodowski/SP, (2009); 10.ª Bienal de Arte Naif — Piracicaba, SP, (2010); 4.ª Grande Exposição de Arte Bunkyo — São Paulo, Prêmio Menção Honrosa (2010); e II Bienal das Artes — SESC — Brasília/DF, Prêmio Aquisição (2018).

Possui obras em museus e coleções, no Brasil e no exterior, incluindo a coleção Gilberto Chateaubriand — Rio de Janeiro, RJ.

Obras do artista