Artistas

Jeanete Musatti

Vive e trabalha em São Paulo. Jeanete Musatti ocupa um lugar singular no cenário da arte contemporânea brasileira. Suas delicadas arquiteturas de memórias, embora nascidas em contexto confessadamente autobiográfico, rompem o círculo de giz da crônica nostálgica recitada na primeira pessoa. A obra é tecida de passado na medida exata em que essa trama serve para contextualizar o presente. É repositório de elementos deflagadores de sensações que trafegam em mão dupla: do individual para o coletivo e vice-versa. (…) A armação simbólica da obra de Musatti tem por alvo não só os que conservam o nervo exposto da inconformidade com a violência pública e privada. É também e especialmente um estímulo aos que se empenham na reconquista dos territórios internos mais profundos conhecidos como identidade e sensibilidade. O comentário sociológico, cultural e político, em menor ou maior grau de acidez e contundência, comparece nuançado pelo intimismo da poética surrealista. A artista se inscreve, assim, na fértil linhagem da História da Arte inaugurada pela semântica visual da colagem cubista e que, via Marcel Duchamp, se mostra como a ponte essencial entre a arte moderna e a contemporaneidade: a montagem de nexos simbólicos, as associações de ideias feitas pela soma de elementos aparentemente díspares, a interpenetração de signos.(…) Ao articular seu caleidoscópio de formas mínimas, Jeanete Musatti nos aponta a imensidade do não dito que habita e conforma os escaninhos de nosso estar no mundo.

Obras do artista