Agenda

CCBB em CASA - Programação Cultural

CCBB em CASA

CCBB em CASA - Programação Cultural

CCBB em CASA

Enquanto os Centros Culturais Banco do Brasil – BH, DF, RJ e SP não reabrem para o público, conteúdos exclusivos da sua programação estão sendo oferecidos e divulgados em seus perfis nas redes sociais. Visita guiada, catálogos e detalhes das exposições “Egito Antigo: do cotidiano à eternidade”, “Ivan Serpa”, “Bjork Digital”, “Chiharu Shiota - Linhas da Vida” e “VAIVÉM” estão disponíveis na tela do seu computador ou celular. Shows da série musical “Guinga e as Vozes Femininas”, que aconteceriam no teatro, tiveram suas apresentações gravadas e o resultado, na íntegra, pode ser visto no Youtube do Banco do Brasil. Assista as peças “Billdog 2” e “Tatá, O Travesseiro”, e tenha acesso a curiosidades sobre “A Valsa de Lili”, “Mostra Scorcese” e “Fellini il Maestro”.

 

Ainda é possível aprender com mais de 100 atividades que o Programa CCBB Educativo disponibilizou em site especifico. Tudo para que esse período atual de atenção e recolhimento seja o mais tranquilo possível, com arte e cultura.

 

E, se bater aquela saudade, tem visita virtual pelos prédios dos CCBBs e por mostras contemporâneas já realizadas nos seus espaços no Google Arts & Culture. Tudo para que esse momento atual de conscientização e cuidado favoreça o acesso à arte e à cultura.

 

 

Confira os links para ter o #CCBBemCasa

https://www.ccbbvirtual.com.br/

Passeio virtual aos CCBBs no Google Arts & Culture https://artsandculture.google.com/partner/ccbb-sao-paulo https://artsandculture.google.com/partner/ccbb-rio https://artsandculture.google.com/partner/ccbb-bh https://artsandculture.google.com/partner/ccbb-brasilia

 

 

EXPOSIÇÕES

 

Egito Antigo: do cotidiano à eternidade

Exposição inédita sobre o Egito Antigo, considerada uma das mais importantes civilizações da história da humanidade. Por meio de um amplo panorama sobre o cotidiano, a religiosidade e os costumes ligados à crença na eternidade, a seleção de obras para o CCBB reúne esculturas, pinturas, objetos, sarcófagos e até uma múmia, vindos do Museu Egípcio de Turim, segundo maior acervo egípcio do mundo. Curadoria de Paolo Marini e Pieter Tjabbes.

Catálogo digital:

Material oficial da exposição, onde é possível entender de forma aprofundada os aspectos da civilização egípcia apresentados na exposição e como eles se relacionam. https://drive.google.com/file/d/10coTrV0_-UiffUoGUPSc1uYwhYLZlWKW/view

 

Webinar com Pieter Tjabbes, curador da exposição

Formado em História da Arte, Tjabbes conduziu webinar inédito aberto ao público em que explica aspectos de montagem da mostra, curiosidades dos bastidores e elenca os destaques entre as 140 obras vindas diretamente do Museo Egizio de Turim, na Itália - segundo maior em acervo de cultura egípcia do mundo. https://youtu.be/OoYyeR12LTk

 

Exposições em libras, com audioguia e audiodescrição no Musea

Tendo a integração de todos os públicos como objetivo, conteúdos das exposições estão disponíveis com recursos de acessibilidade para quem deseja conhecer detalhes das mostras. https://www.musea.art.br/

 

Ivan Serpa – A Expressão do Concreto

Retrospectiva completa sobre a vida e o legado do artista carioca, referência na história da arte brasileira moderna e contemporânea. Por meio de obras oriundas de diversas coleções, serão mostradas várias fases do pintor e sua multiplicidade estética e técnica, com importantes pinturas do período concretista, peças de caráter expressionista, da fase Negra, em que o artista preferia denominar Crepuscular, obras das fases Op-erótica, Amazônica e Mangueira, terminando com a fase Geomântica, que revelam um aspecto místico do pintor. Curadoria: Hélio Márcio Dias Ferreira e Marcus de Lontra Costa.

Visita à exposição com o curador Hélio Márcio Dias Ferreira: https://youtu.be/TWqkw6HwtbE

 

Björk digital

Depois de passar por 15 cidades ao redor do mundo, chega ao CCBB Rio de Janeiro Björk Digital, uma experiência de música e realidade virtual inspirada no álbum Vulnicura, da artista islandesa. Além dos conteúdos em tecnologia imersiva, a mostra contempla um cinema com os clipes mais icônicos de Björk, e o espaço Biophilia repleto de tablets para que o público possa experimentar o projeto educativo de produção musical criado pela artista. Björk Digital é uma concepção de Björk e James Merry.

 

Baixe o catálogo da exposição: http://bit.ly/catalogobjork

Assista aos vídeos clipes que inspiraram cada obra:

Stonemilker: Stonemilker: https://www.dropbox.com/s/el0ot91admjafka/StonemilkerXtraHQ.mp4?dl=0

Black Lake: https://www.dropbox.com/s/a3qrn9i0ysoyxrt/BlackLake_SingleScreen_H264_15kbits.mov?dl=0

Mouth Mantra: https://www.dropbox.com/s/edbbalr5rgwij6w/Bjork_MouthMantra_WithFinalAudio-HiRes.mp4?dl=0

Notget: https://www.dropbox.com/s/ssyv1sd7tfjekub/bjork_not_get_16052017_dcp_heartbeats_MP4_HD.mp4?dl=0

Human behaviour: https://www.dropbox.com/s/3iyu26aujvjtlr3/Bjork_Human%20Behaviour.mov?dl=0

Venus as a boy: https://www.dropbox.com/s/ka2zlalov38ddj3/Bjork_Venus%20As%20A%20Boy.mov?dl=0

 

Chiharu Shiota - Linhas da Vida

"Linhas da Vida", de Chiharu Shiota, revisita a trajetória da artista japonesa, apresentando mais de 70 obras organizadas em cinco núcleos temáticos. Com gravuras, pinturas, esculturas, fotografias, vídeo performances e instalações, a exposição traça um panorama do trabalho da artista, desde o princípio de sua carreira, em 1994, até os dias atuais.

 

Nas redes sociais do CCBB Brasília esta sendo promovido um tour virtual a exposição, dividido em postagens com frequência semanal. A série inclui vídeos de making off e falas da curadora da exposição, Tereza de Arruda, em material inédito.

 

Além das publicações, o aplicativo "Chiharu Shiota: Linhas da Vida" apresenta conteúdo exclusivo, com fotos e vídeos das obras, além de possuir recursos de acessibilidade, como audiodescrição e interpretação em LIBRAS.

O Download do app em seu smartphone pode ser feito em:

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.twentydash.csh&hl=pt_BR

https://apps.apple.com/br/app/chiharu-shiota/id1487305305

 

VAIVÉM

A exposição investiga as relações entre as redes de dormir e a construção da identidade nacional no Brasil. Com curadoria de Raphael Fonseca, a mostra reúne cerca de 340 obras de coleções públicas e privadas, algumas especialmente criadas para o projeto.

 

Catálogo da exposição: https://drive.google.com/file/d/1t6LcN0FyOIUpZAWP03e4mnl5_ZJLJaJD/view Vídeo de “O Tempo” sobre a mostra: https://www.otempo.com.br/tempo-tv/mostra-vaiv%C3%A9m-re%C3%BAne-mais-de-300-obras-que-permeiam-um-%C3%ADcone-nacional-a-rede-1.2308974

 

O CCBB BH promoveu no dia 06 de abril, uma rodada de perguntas relacionadas à exposição “Vaivém”, nos stories do Instagram. No dia 09 de abril, também nos stories do CCBB BH, o curador da mostra Raphael Fonseca vai responder e esclarecer todas as dúvidas dos seguidores a respeito de “Vaivém". Confira em https://www.instagram.com/ccbbbh/

 

 

MÚSICA

 

Guinga e as vozes femininas - Shows inéditos

A série musical celebra os 70 anos de vida do músico e compositor Guinga, não só um dos mais importantes violonistas da história da música brasileira, como também um dos compositores mais singulares de todos os tempos. O artista se apresenta ao lado de vozes femininas de diferentes gerações e com grandes violonistas da nova geração.

 

Assista aos Shows no Youtube do Banco do Brasil:

Guinga + Leila Pinheiro. Violão: Marcus Tardelli https://www.youtube.com/watch?v=4pvkzMijztY

 

Guinga + Anna Paes. Violão: Thiago Amud. https://www.youtube.com/watch?v=LTSlLnBzYzU&feature=youtu.be

 

Diálogos com a programação - Guinga conversa com o público sobre o seu universo musical e sobre a música em geral. https://www.youtube.com/watch?v=TzgB3qkDdOg

 

 

TEATRO

 

Billdog 2

Uma história instigante e divertida que brinca com referências de HQ, dos filmes Noir e de ação. Nela, o ator Gustavo Rodrigues interpreta 46 personagens, acompanhado do eletrizante som ao vivo de Tauã, nesta deliciosa trama policial que evoca a cultura pop. Texto e concepção: Joe Bone; direção: Gustavo Rodrigues e Joe Bone; supervisão artística: Guilherme Leme Garcia; elenco: Gustavo Rodrigues (ator) e Tauã de Lorena (músico).

Assista: https://www.youtube.com/watch?v=q3gT-rWgiqk&feature=youtu.be&fbclid=IwAR25ddoE6n8pID5mN8cnPMuelCDp6eXH8gYl-RGpH1HmnVCpdtl6ko-StTc

 

Tatá, O Travesseiro

Lipe é um menino que tem como melhor amigo o seu travesseiro Tatá. Eles formam uma dupla inseparável até que, um dia, Tatá desaparece e Lipe acredita que ele foi sequestrado pelo Pirata dos Sonhos. O garoto empreende uma jornada de resgate ao melhor amigo, tendo que vencer os seus medos, os quais apenas a sua imaginação será capaz de resolver. Texto e dramaturgia: Andréa Batitucci, Gustavo Bicalho e Patrícia Von Studnitz; direção: Gustavo Bicalho e Henrique Gonçalves; elenco: Alexandre Scaldini, Edeilton Medeiros, Lívia Guedes, Marcio Nascimento, Marise Nogueira e Tatá Oliveira; concepção, criação e confecção de bonecos, sombras e adereços: Bruno Dante.

Assista: https://vimeo.com/336937559

 

A Valsa de Lili

O isolamento, embora triste em primeiro momento, não deve ser uma situação de angústia: pode ser um lugar de autoconhecimento e aprendizado sobre as condições humanas. Um assunto que confronta parte dos brasileiros em tempos de quarentena, também é o que permeia a comovente narrativa da peça "A Valsa de Lili", que foi apresentada no Centro Cultural Banco do Brasil Brasília em março. A peça é inspirada no livro autobiográfico ‘Pulmão de Aço’, de Eliana Zagui (a Lili da vida real). A plateia é colocada cara a cara com essa personagem única, que está fisicamente paralisada, mas encontra-se intelectual e emocionalmente livre. “A luta de Lili para sobreviver em condições tão adversas, sem perder

o humor e o amor, são a metáfora perfeita para os dias difíceis que vivemos”, completa o autor Aimar Labaki.

 

No dia 28 de março foi promovido Bate-papo online abordando os temas de liberdade e isolamento, tendo como ponto de partida o espetáculo "A Valsa de Lili".

A íntegra desta conversa pode ser conferida no Youtube: https://youtu.be/mmZuDo9ryyM Link com cenas do espetáculo: https://youtu.be/rY-boDcwJIE

 

A Hora da Estrela

Macabéa é vista pela sociedade como uma mulher sem atrativos, que se contenta em ganhar menos de um salário, dividir um quarto com quatro pessoas, sofrer com um chefe rigoroso e não atrair a atenção de ninguém.

 

Músicas no spotify: https://open.spotify.com/playlist/1OfkEtk2uxsZAldp1KBqay?si=dKC4fufLSBCTrjr6NWc-mg

Bate papo - A Música que conta a História, com participação de Chico César, Cláudia Ventura, Laila Garin, Marcelo Caldi. https://www.instagram.com/tv/B-r7aPdBsKm/

 

CINEMA

 

Fellini il Maestro

A mostra de cinema "Fellini, Il Maestro" homenageia os 100 anos de nascimento do grande cineasta, celebrado em 20 de janeiro de 2020. A mostra comemorativa passou pelos CCBBs Rio de Janeiro e São Paulo no início do ano e seria exibida em Brasília entre março e abril. Com curadoria de Paulo Ricardo Gonçalves de Almeida, conta com 24 títulos, incluindo a obra de estreia de Fellini, “Mulheres e Luzes”, de 1950, codirigido por Alberto Lattuada, indo até o último filme do mestre, “A Voz da Lua”, de 1990.

 

Integra a mostra um excelente livro-catálogo, com mais de 400 páginas, onde constam filmografia, entrevistas, fotos, artigos críticos e ensaios escritos por grandes nomes do cinema, com destaque para o o capítulo de abertura: "Glauber Fellini", escrito por Glauber Rocha. O catálogo pode ser acessado digitalmente em: https://bit.ly/2QHOrPf

 

Mostra Scorcese

Entre 2019, foi apresentado nos cinemas dos CCBBs Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, a mostra "Scorsese", que apresentou uma retrospectiva cinematográfica de um dos nomes mais importantes e influentes do cinema ainda em atividade. Foram exibidos mais de 30 filmes dirigidos e/ou produzidos porMartin Scorsese, desde o primeiro, lançado em 1960, até os trabalhos mais recentes.

Além dos filmes, a mostra promoveu o curso “Scorsese: um homem de cinema”, com três aulas ministradas pela jornalista e crítica de cinema Cecília Barroso. Com vasto conhecimento sobre cinema, Cecília Barroso é criadora do site Cenas de Cinema, onde ainda escreve, e faz parte do conselho editorial da revista Lume Scope. Redigiu artigos para a série de livros "100 filmes essenciais", além de “Trajetória crítica do cinema brasileiro” e “Mulheres atrás das câmeras: As cineastas brasileiras de 1930 a 2018”. É integrante da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (ABRACCINE).

O curso é dividido em três aulas e pode ser acessado em: Aula 1- https://vimeo.com/401555392 Aula 2 - https://vimeo.com/401446993 Aula 3 - https://vimeo.com/401550603

 

PROJETO EDUCATIVO

 

Programa CCBB Educativo - Mais de 100 atividades de Arte e Educação

O Programa CCBB Educativo preparou gratuitamente, de modo online, para o público, mais de 100 relatos, arquivos, vídeos e dispositivos de atividades realizadas e presentes nas exposições, entre 2018 e 2020, direcionados para todos os públicos, especialmente alunos, professores e comunidade escolar. www.ccbbeducativo.com/archive

 

CATÁLOGOS CCBB

Egito: https://bit.ly/2UXZa9A Lumière: https://drive.google.com/drive/folders/1EHvUXZ6DU9Ebml-kEkVmJNvofWjH44uE Mel Brooks: https://drive.google.com/drive/folders/1zxL82LwSymDvfO-G6LB3DZWpae7QtVE_ Felini: https://drive.google.com/drive/folders/1h4fA2p-Uwmg2jwDt1wk4rEfNged5Ywcj

Fábrica de Sonhos, Stephen King e Melhores Filmes do Ano: https://drive.google.com/drive/folders/1ezd64Z8ix7y54IqdCsrgIUTDxfMZ4oKC

 

 

SERVIÇO

 

Centro Cultural Banco do Brasil

 

Belo Horizonte

Facebook/ccbb.bh | Twitter/ @ccbb_bh | Instagram/ccbbbh

 

Brasília

Facebook/ccbb.brasilia | Twitter/ @ccbb_df | Instagram/ccbbbrasilia

 

Rio de Janeiro

Facebook/ccbb.rj | Twitter/ @ccbb_rj | Instagram/ccbbrj

 

São Paulo

Facebook/ccbbsp | Twitter/ @ccbb_sp | Instagram/ccbbs