Artistas

Jorge Soledar

Nasceu em Porto Alegre, RS, Brasil, em 1979. 

Vive e trabalha no Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 


A pesquisa de Soledar recorre a diversas linguagens físicas e espaciais a fim de reconfigurar a imagem do corpo sob uma ótica objetal e provocadora. Instalações, fotografias e performances articulam-se em suas proposições como um convite a reflexões da condição humana em sociedade.


FORMAÇÃO


2017

- Doutorado em Linguagens Visuais, Escola de Belas Artes – EBA, Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2012

- Mestrado em Poéticas Interdisciplinares, Escola de Belas Artes – EBA, Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2008 

- Bacharelado em Artes Visuais com habilitação em História, Teoria e Crítica de Arte, Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil.

- http://lattes.cnpq.br/8706565416110840


A T U A Ç Ã O    D O C E N T E


2013/hoje.

- Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – FAU, Universidade Santa Úrsula: disciplinas: Croquis, Expressividade Gráfica e Repertório Filosófico para disciplinas Projeto 4, Projeto 5 e Projeto 6, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2002/2005 

- Senac: Comunicação & Artes; Cursos: Desenho e História da Arte, Porto Alegre, RS, Brasil.

2003 

- Instituto Brasil-Estados Unidos – IBEU; Curso: That ́s How I Became Insensitive, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 


A T U A Ç Ã O    A R T Í S T I C A


EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS


2017

- Teatralidade Obscura, curadoria do artista, Galpão da Pós-graduação em Artes Visuais – PPGAV, Escola de Belas Artes – EBA, Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

- Kleiderkammern (Gabinete de Roupas)  / É como dançar sobre a arquitetura, curated by Paulo Miyada e equipe, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, SP, Brasil. 

- Acerca do Fracasso das Formas (em parceria com o Coletivo Cartográfico), curadoria dos artistas, Galpão Mungunzá, São Paulo, SP, Brasil.

2016

- Exercícios de Fornifilia, curadoria de Ivair Reinaldim, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

- Macabéa, Portas Vilaseca Galeria, curadoria de Olivia Ardui, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2014 

-  Projeto Cofre,  Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 

- Sala de Estar, Galeria Ecarta, Porto Alegre, RS, Brasil.

2013 

- That ́s How I Became Insensitive, Galeria do Instituto Brasil-Estados Unidos – IBEU, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 

2012 

- Torre, Casa e Ponte, Festival Photofluxo, Rio Grande, RS, Brasil.

2011 

- Kit de Sobrevivência, Galeira Ordovás, Caxias do Sul, RS, Brasil.

2009 

- Sustentações, Galeria do Porão do Paço Municipal, Porto Alegre, RS, Brasil.

2006 

- Diálogos com o Aparelho, Galeria Lunara, Porto Alegre, RS, Brasil.

2005 

- Retratos, Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, PR, Brasil. 

2003 

- Plantas, Galeria T Cultural, Porto Alegre, RS, Brasil. 


EXPOSIÇÕES COLETIVAS

2018

- Corpus Críticos, curadoria de Nadam Guerra, Z 42 Arte, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2017

- Intervenções Bradesco ArtRio, curadoria de Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes, Museu de Arte Moderna – MAM, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

- Experiência Nº 13, curadoria de Ivair Reinaldim, 13 À Mesa, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2016

- My Body is a Cage, curadoria de Raphael Fonseca, Luciana Caravello Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

- ENTRE #3, curadoria de Jaime Portas Vilaseca, Portas Vilaseca Galeria, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 

2015/2016

- Aparição, curadoria de Fernanda Lopes, Caixa Cultural, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2015 

- XI Mostra de Performance VERBO, Galeria Vermelho, São Paulo, SP, Brasil.

- SP-ARTE/Foto, curadoria de Jaime Portas Vilaseca, Portas Vilaseca Galeria, JK Iguatemi, São Paulo, SP, Brasil. 

- Encruzilhada, Escola de Artes Visuais do Parque Lage – EAV, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 

- MOLA 3, Mostra Latino-Americana de Performances, Lençóis, BA, Brasil. 

- 11º Abre Alas, A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2014 

- I Bienal do Barro, Caruaru, PE, Brasil.

-  É Vento, Galpão da Escola de Belas Artes – EBA, Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

- Esboço para uma coreografia, Central Galeria, São Paulo, SP, Brasil. 

- Festival Performatus, Central Galeria, São Paulo, SP, Brasil. 

- Aparição, curadoria de Fernada Lopes, Athena Contemporânea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2013

- MAC mostra vídeo-arte, Museu de Arte Contemporânea – MAC, Niterói, RJ, Brasil.

- Terceira Mostra – Aprofundamento, Escola de Artes Visuais do Parque Lage – EAV, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 

2012 

- Mínimo Possível, Aut Aut Contemporânea, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

- 20x20, Ateliê A Pipa, São Paulo, SP, Brasil.

- Parafuso, Ateliê 2e1, São Paulo, SP, Brasil.

- Idades Contemporâneas, Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

- Festival Photofluxo, Rio Grande, RS, Brasil.

2011 

- Arte Pará, Museu de Arte do Pará, Belém, PA, Brasil. 

- Corpográfico, Estúdio Dezenove, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

- Exoesqueletoesquema, Galeria Ecarta, Porto Alegre, RS, Brasil.

- Pequenos Formatos, Atelier Subterrânea, Porto Alegre, RS, Brasil.

2010 

- Ficções da Imagem, Galeria do Instituto de Artes e Design – IAD, Pelotas, RS, Brasil.

- Ficções da Imagem, Galeria Ecarta, Porto Alegre, RS, Brasil.

2009 

- Rumos Trilhas do Desejo, Itaú Cultural, São Paulo, SP, Brasil.

2008 

- Soterramentos, Galeria do Porão do Paço Municipal, Porto Alegre, RS, Brasil.

 2006 

- Espaços Mensuráveis, Sala Augusto Meyer, Porto Alegre, RS, Brasil. 

- Mergulho, Galeria do DMAE, Porto Alegre, RS, Brasil. 

2005 

- Pequenos Diálogos, Museu da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil. 

2002 

- Pinturas, Galeria do DMAE, Porto Alegre, RS, Brasil.

2000 

- Vizinhos da C3, Galeria Xico Stockinger, Porto Alegre, RS, Brasil.  


PROJETOS INDEPENDENTES 


2018

- Gabinete de Roupas, convidado por  HiperOrgânicos, Museu do Amanhã, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2017

- Acerca do Fracasso das Formas, com Coletivo Cartográfico, XX Fomento à Dança, São Paulo, SP, Brasil.

2015

- Transportador de Cinzas, Mostra Latino-americana de Performances, Lençois, BA, Brasil.

2010 

- Kit de Sobrevivência, Companhia Municipal de Dança de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS, Brasil.

2007 

- Diálogos, VI Bienal do Mercosul, Porto Alegre, RS, Brasil.

- Quando não soubermos mais COMO, Paço Municipal de Porto Alegre, Porto Alegre, RS, Brasil. 

2006 

- Projeto para Naufrágio, Galeria do DMAE, Porto Alegre, RS, Brasil. 


PRÊMIOS E SALÕES 


2017

- 20º Programa Municipal de Fomento à Dança, em parceria com o Coletivo Cartográfico, São Paulo, SP, Brasil.

2010 

- Prêmio ARTE Creative, Estrasburgo, França. 

2009 

- Destaque Bolsa iberê Camargo.


PUBLICAÇÕES


2015

-  Revista Conccinitas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 

- Resenhas:  “Juán Miró” e “Piero Manzoni”, para Revista DasArtes. 

2014 

- Como me tornei insensível, Figo Editora, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

2011 

- Revista Valise, Pós Graduação do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sulo – UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil.

2007 

- Jornal COMO, Impresso (Grupo Mergulho), Goethe-Institut, Porto Alegre, RS, Brasil.  


COLEÇÕES INSTITUCIONAIS


- Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

- Instituto Brasil-Estados Unidos – IBEU, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

- AMARP, Caxias do Sul, RS, Brasil.

- Fundação Cultural de João Pessoa – FUNJOPE, João Pessoa, PB, Brasil.

Obras do artista