Artistas

Graziela Pinto

A artista parte para uma simplificação formal, com obra marcada pela proliferação de círculos onde jogos de tonalidades, de dimensões crescentes e decrescentes, de movimentos combinando dentro e fora, remete à forma primordial, o círculo, representativo do nascimento, da união, da junção, da comunhão entre o macro e o micro. A pregnância deste elemento diz respeito ao caminho natural que ela segue em direção à boa forma, que é, idealmente, a mais simples de todas, formada justamente por equilíbrio, homogeneidade, regularidade e simetria.  Posteriormente este equilíbrio atingido pelas combinações de formas circulares começa a ser desafiado, momento em que a artista acrescenta a pintura figuras como frutas, flores, pássaros, e outros tipos de formas-texturas, materializando a comunhão entre vida e arte.

Obras do artista