Artistas

Egídio Rocci

Egídio Rocci, (1960 - 2015). Sem formação acadêmica em Artes Plásticas. Seu desenvolvimento se deu através de seus interesses pontuais, que o levaram a buscar uma formação através de cursos sobre linguagens artísticas específicas, como fotografia, desenho ou escultura, por exemplo. Com o passar do tempo sentiu a necessidade de aprofundar seu envolvimento, e começou a participar de uma atelier coletivo em São José dos Campos. As primeiras exposições foram organizadas através do seu atelier coletivo, e posteriormente os Salões para os quais foi classificado. Foi premiado em alguns Salões importantes, como o Salão da Bahia, o Salão de Arte de Goiás, a Bienal de Santos e o Salão de Santo André, o que abriu caminho para uma exposição individual, na Galeria Berenice Arvani em São Paulo, em 2004. Este ano participou da Arco 5, em Madri, e do Programa de Exposições 2005, do Centro Cultura São Paulo.

Sua exposição póstuma Compreensão do Ar (E=M2), com curadoria de Laerte Ramos, que aconteceu no circuito SESI em 2019 (São José dos Campos, Campinas, Itapetininga e São José do Rio Preto), foi premiada com o premio na nona edição do Premio Marcantonio Vilaça. 

Obras do artista