Artistas

Beto Shwafaty

Nascido em 1977, São Paulo, Brasil.
Vive e trabalha em São Paulo, Brasil.

Beto Shwafaty é artista e pesquisador. Ele esteve envolvido com práticas coletivas, curatoriais e espaciais desde o início da década de 2000, e como resultado, ele desenvolve uma prática baseada em pesquisas sobre espaços, histórias e visualidades na qual procura conectar formalmente e conceitualmente questões políticas, sociais e culturais convergentes ao campo da arte.

Educação

    2011

  • PIESP, Programa Independente, Escola São Paulo, Brasil.
  • 2010/11

  • Staedelschule (classe de Simon Starling), Frankfurt am Main, Alemanha.
  • 2008/09

  • Mestrado em Artes Visuais e Estudos Curatoriais, NABA, Milão, Itália.
  • 2001

  • Bacharelado em Artes Visuais, UNICAMP, Campinas, Brasil.
  •  

    Residências:

    2018

  • Villa Vasilief, Paris, França.
  • 2017

  • Gasworks, Londres, Inglaterra.
  • 2016

  • Lugar a Dudas, Cali, Colômbia.
  • 2015

  • Residency Unlimited, Nova York, EUA.
  • 2013

  • JA.CA programa de residências, Nova Lima, Brasil.
  • 2012

  • RES-Ò residência: Eco e Narciso, Torino, Itália.
  • 2011

  • Other Possible Worlds, Casino Luxembourg, Luxemburgo.
  •  

    Prêmios e Bolsas:

    2015

  • Prêmio ICCo/Sp-Arte.
  • Foco Bradesco Art Rio.
  • Functional Park, Prêmio de Arte Contemporânea Funarte.
  • 2014

  • Prêmio Situações Brasília, Museu Nacional da República, Brasília, Brasil.
  • 2013

  • JA.CA Centro de Arte e Tecnologia, programa de residências, Nova Lima, Brasil.
  • Arte e Patrimônio, IPHAN – Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Graham Foundation exhibition grant, Chicago, EUA.
  • Novas histórias para uma realidade abstrata, PROAC/SP, São Paulo, Brasil.
  • O Artista Como Intelectual Público, Projeto Curatorial, 10a Edição Rede Nacional Funarte, Brasil.
  • 2012

  • Contra Escambos, Projeto Curatorial, 9a Edição Rede Nacional Funarte, Brasil.
  • II Prêmio Mario Pedrosa de Ensaios sobre Arte e Cultura Contemporânea, FUNDAJ, Recife, Brasil.
  • 2011

  • A Vida dos Centros, PROAC/SP, São Paulo, Brasil.
  • PROCULTURA MinC, suporte para plataforma web translados.org.
  • 2010

  • MinC edital de apoio a viagens.
  • 2008

  • Bolsa de Mestrado, NABA Nuova Accademia di Belle Arti, Milão, Brasil.
  • 2006

  • 31o SARP Salão de Artes de Ribeirão Preto, Brasil.
  • 2003

  • 35o Salão de Piracicaba, Brasil.
  • 2002

  • Edital MAC Campinas, Brasil.

Exposições Individuais

    2017

  • Parque Funcional, MAC Niterói, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Parque Funcional, Complexo Cultural Funarte, Brasília, Brasil.
  • 2016

  • Positions, Art Basel Miami Beach, Miami, EUA.
  • Hablemos de Reparaciones, Prometeogallery, Milão, Itália.
  • 2015

  • Contrato de Risco, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • 2014

  • Fundamentos da substância do design: metáforas culturais para projetar um novo futuro, Museu da Cidade – Oca, São Paulo, Brasil.
  • Remediações, Temporada de Projetos, Paço das Artes, São Paulo, Brasil.
  • El Museo Imposible de las Cosas Vivas, PArC Lima, Peru.
  • 2011

  • Unpredictable Signs of Revolt, Lampione, Frankfurt am Main, Alemanha.
  • The Impossible Museum of Living Things, The Office, Frankfurt am Main, Alemanha.
  • 2008

  • CCSP, Programa Anual de Exposições, São Paulo, Brasil.
  • 2006

  • Referências Cruzadas, MARP, Ribeirão Preto, Brasil.
  • 2004

  • O que ocupa o Corpo, Ateliê Aberto, Campinas, Brasil.

Exposições Coletivas

    2018

  • Live Works, Centrale Fies – Ambienti per la produzione di performing art, Dro, Itália.
  • 38a EVA International, Limerick, Irlanda.
  • Ação e Reação – Arte Contemporáneo Brasileño, Casa do Brasil, Madri, Espanha.
  • 2017

  • Vivemos na Melhor Cidade da America do Sul, Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, Brasil.
  • Memória e Momento – Salão Paranaense, MON Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil.
  • 35o Panorama da Arte Brasileira, MAM Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
  • Condemned to Be Modern, LAMAG Los Angeles Municipal Art Gallery, Los Angeles, EUA.
  • Tão diferentes, tão atraentes, Galeria Carbono, São Paulo, Brasil.
  • Topografias Intermitentes, Casa Nova Arte, São Paulo, Brasil.
  • 66o Salão Paranaense, MAC Paraná, Curitiba, Brasil.
  • Permissão para falar, Galeria Athena Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Topografias Intermitentes, Hilo Galeria, Buenos Aires, Argentina.
  • 2016

  • Homo Ludens, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • Soft Power. Arte Brasil., Kunsthal KAdE, Amersfoort, Holanda.
  • 2015

  • Mundo tal como es y el Mundo como podría ser, ArteBA, Buenos Aires, Argentina.
  • Empresa colonial, Caixa Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • I was once lonelyness, Blain|Southern Gallery, Berlim, Alemanha.
  • Festival Internacional de Fotografia 2015, Belo Horizonte, Brasil.
  • 19o Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil, São Paulo, Brasil.
  • 1 (UM), BFA Boatos, São Paulo, Brasil.
  • CFB: 25 Anos, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Acervos em Movimento III, Museu Nacional de Brasília, Brasil.
  • 5o Prêmio Sesi Marcantônio Vilaça, MAC Ibirapuera, São Paulo, Brasil.
  • Encruzilhada, Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2014

  • Nossa Voz, Casa do Povo, São Paulo Brasil.
  • Situações Brasília, Museu Nacional de Brasília, Brasil.
  • Autoria, Curadoria e Contra-Reforma, Estudio Razuk, São Paulo, Brasil.
  • Permanent Playfulness, Mendes Wood DM, São Paulo, Brasil.
  • Taipa Tapume, Galeria Leme, São Paulo, Brasil.
  • Arte e Patrimônio, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • O artista como…, Pivô Arte e Pesquisa, São Paulo, Brasil.
  • Anunciantes, plataforma digital Latitude, revista Select / ABACT, online.
  • 2013

  • Conversation Pieces, NBK, Berlim, Alemanha.
  • Amor e Ódio a Lygia Clark, Galeria Nacional Zacheta, Varsóvia, Polônia.
  • P33_Formas únicas da continuidade no espaço, 33o Panorama de Arte Brasileira, MAM Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
  • 9a Bienal do Mercosul, Se o clima for favorável, Porto Alegre, Brasil.
  • 10a Bienal de Arquitetura de São Paulo, Cidade: Modos de Fazer < Modos de Usar, CCSP Centro Cultural São Paulo, Brasil.
  • Mitologias por Procuração, MAM Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
  • 2012

  • Contra Escambos, 9a Edição Rede Nacional Funarte, Belo Horizonte e Recife, Brasil.
  • 2011

  • Mythologies, Cité Internationale des Arts, Paris, França.
  • Strategies for Public Occupation, Storefront for Art and Architecture, Nova York, EUA.
  • Instante: Experiência/Acontecimento, SESC, Campinas, Brasil.
  • When in Rome, Malta Contemporary, Valleta, Malta.
  • OPEN#3, Sale Docks, Veneza, Itália.
  • 2010

  • Comvideo, Apexart, Nova York, EUA.
  • À sombra do futuro, Instituto Cervantes, São Paulo, Brasil.
  • Evasivas, Galeria Penteado, Campinas, Brasil.
  • Urbaniform, Squat. A cidade informal sob construção, Depot, Istambul, Turquia.
  • Urbaniform, Squat. A cidade informal sob construção, Museu da Casa Brasileira, São Paulo, Brasil.
  • 2009

  • 3rd Utrecht Manifest – Bienal de Design Social, Utrecht, Holanda.
  • 4a Bienal de Arquitetura de Rotterdam, seção urbaniform.net, online.
  • Bookmarks, Magazine del Sale, Veneza, Itália.
  • Public Turbulence, Isola Art Center, Milão, Itália.
  • ETATW Intervenção em Conferência Curatorial, NABA, Milão, Itália.
  • Auf Wiesersehen Berlin!, E-flux Building, Berlim, Alemanha.
  • Beleza, Museu Bispo do Rosário, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 79>09, MACC Museu de Arte Contemporânea de Campinas, Campinas, Brasil.
  • 2008

  • Bodies Architecture, mostra-publicação Nothing to See Here, NABA/FORMA, Milão, Itália.
  • 2007

  • MARP 15 Anos, Museu de Arte de Ribeirão Preto, Brasil.
  • Contemporary Brazilian Printmaking, Pratt Institute, Nova York, EUA.
  • 2006

  • 9a Bienal de Havana, Território São Paulo: coletivos de arte de São Paulo, Havana, Cuba.
  • Rumos Itaú Cultural, São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis, Brasil.
  • 6o Salão de Arte de Goiás, Museu de Arte Contemporânea de Goiás, Goiânia, Brasil.
  • 31o SARP, MARP Museu de Arte de Ribeirão Preto, Brasil.
  • Art Movimenta (Intervenções Públicas), FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2005

  • Mercosul Printmaking, Fundacion Caja Granada, Granada, Espanha.
  • 2004

  • 9a Bienal de Santos, Santos, Brasil.
  • 2003

  • 35o Salão de Piracicaba, Piracicaba, Brasil.
  • 2002

  • Edital anual MAC Campinas, Campinas, Brasil.
  •  

    Conversas, Colaborações e Projetos Curatoriais:

    2015

  • Recibo∆ Cartazes, projeto editorial, ed. Traplev, Recife, Brasil.
  • 2013

  • O Artista como…, Projeto Curatorial, Pivô Arte e Pesquisa, 10a Edição Rede Nacional Funarte, São Paulo, Brasil.
  • 2012

  • Contra Escambos, Projeto Curatorial, 9a Edição Rede Nacional Funarte.
  • 2011

  • Studio Visits blog, Instituto Goethe, São Paulo, Brasil.
  • 2010

  • Silent City publicação – Diagram for a Possible Productive Resistance, Londres, Inglaterra.
  • Máquina de Responder (programa da 29a Bienal de São Paulo), Capacete, São Paulo, Brasil.
  • 1o Encontro Curatorial (forumpermanente.org), São Paulo, Brasil.
  • Radical Intention, palestra sobre ações urbanas em São Paulo, Milão, Itália.
  • 2009

  • Utopia for Sale, em colaboração com Archive Kabinnet, abc-def, Berlim, Alemanha.
  • Cosa sucede a…, conversa sobre práticas colaborativas, Casa Sestier, Veneza, Itália.
  • Jeux sans Frontier, projeto curatorial coletivo em Other Discourses, CareOf, Milão, Itália.
  • 2008

  • Alterações Urbanas (ensaio visual para revista making do), Londres, Inglaterra.
  • Referências Cruzadas (ensaio visual contra-propaganda), Itch online magazine, Johannesburg, África do Sul.
  • Milanpoli, Projeto Curatorial Coletivo, NABA, Milão, Itália.
  • Connecting cultures, conversa sobre a produção do filme São Paulo City Tellers, Milão, Itália.

Obras do artista