Artistas

José Paulo

JOSÉ PAULO Recife–PE–Brasil,1962 Vive e trabalha no Recife – Pernambuco – Brasil. Graduado em arquitetura pela UFPE em 1987. Dentre as linguagens que utiliza, contam-se a pintura, o desenho, a construção de objetos e esculturas em grandes formatos, além da aproximação com a fotografia e o vídeo, que se insinuam em seu trabalho como articuladores nos processos de criação, contudo ganham autonomia e se materializam como linguagens e poéticas autônomas, sobretudo em seu percurso poético nos últimos anos.

Em 1988 realiza sua primeira individual pelo projeto Arte Nova no Museu de Arte Contemporânea de Olinda - MAC. Participa da mostra Exposition d’Art Contemporain Brèsilien em Massy - França em 1992. Faz parte da mostra coletiva Na Sombra da Jurema Preta no festival Arts of the Americas realizado pela Universidade do Novo México - Estados Unidos em 1994. Realiza em 1996 a exposição individual Recortes na Galeria Vicente do Rêgo Monteiro na Fundação Joaquim Nabuco – Fundaj - Recife.

Em 1997 participa da Drap-Art - 97, Segunda Maratona de Criação e Reciclagem em Barcelona – Espanha , e da exposição Art-Brèsil no Museu Sursock, Beirute - Líbano. Participa da exposição coletiva Gambiarra – Sistema Móvel de Sensações Rústicas na Galeria Debret em Paris em 1999. Nos anos de 2002/2003/2004/2005 Criou e Coordenou o SPA – Semana de Artes Visuais do Recife – Recife, PE Apresenta em 2003 o trabalho Quimera no MAMAM - Museu de Arte Moderna Aloízio Magalhães – Recife.

Participa da mostra Tudo é Brasil em 2004, respectivamente no Paço Imperial - RJ e no Itaú Cultural - SP . Nesse mesmo ano participa da Trienal Poli-Gráfica de San Juan em Porto Rico. Em 2005 realiza a individual Repetir, Repetir, Repetir… no Museu de Arte Contemporânea - MAC - Niterói - RJ. Convidado em 2007 para participar da Bienal de Valencia – Espanha na mostra Otras Contemporaneidades. Convivencias Problemáticas com o trabalho Quimera. Artista convidado em 2009 da Décima Bienal de Havana/Cuba Apresenta o trabalho Para Nunca Mais Me Esquecer na exposição “Tripé-Escrita” no SESC Pompéia/São Paulo.

Em 2012 realiza no Rio de Janeiro as mostras Retratos e Auto-Retratosna Anita Schwartz Galeria de Arte e Para Nunca Mais Me Esquecer no Paço Imperial . Selecionado no Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2012 – Galpão 5 – Funarte MG , onde realiza a mostra Inventário/Argila. Em 2015/2016 participa do Projeto 3 Cidades com as exposições individuais : O Pinguim e o Jardim de Palmas, Sol Estranho e Saudade Danada nos espaços expositivos do SESC - PE nas cidades de Belo Jardim , Petrolina e Garanhuns e na Amparo 60 Galeria de Arte – Recife. Em 2016 realiza a residência artística no EKWC - European Ceramic Workcentre - Oisterwijk – Holanda.

Abaixo, podem apreciar esculturas, desenhos, fotografias, que retratam a trajetória do artista, em suas várias fases

Obras do artista