Artistas

Betty Leirner

Betty Leirner nasce em 1959 em São Paulo, Brasil, e inicia sua carreira artística em 1976 no MASP, Museu de Arte de São Paulo. Dois anos depois, em 1978, publica ‘ Squares of Light’, livro ‘poetográfico’, que dá lugar, neste mesmo museu,  à sua primeira exposição individual. Em 1981, antes de transferir-se do Brasil para a Europa,  finaliza seus estudos de Cinema na ECA, Universidade de São Paulo, onde conhece Walter Zanini. Em uma breve passagem pela FAAP, relaciona-se com Herbert Duschenes e Julio Plaza, influentes em seu fazer. De volta ao Brasil em 1985, concebe e realiza o projeto ‘Palavra Imágica’ no MAC, Museu de Arte Contemporânea de São Paulo. Em ‘Palavra Imágica’, Betty Leirner apresenta sua seminal pesquisa relacionada à tradição  das intersecções entre linguagens no Brasil, ao expor, lado a lado, entre outros, Augusto de Campos, Edgard Braga e  Pedro Xisto, Waldemar Cordeiro, Mira Schendel e Hélio Oiticica. De  1980 a 1990, Betty Leirner concebe e desenvolve uma série de palavras-conceito, que revela, multilingue  e incolor, em seu livro  ‘Les Etres Lettres’ (Os Seres Letras), apresentado, entre outros no  MAM, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Musée d’art Moderne et Contemporaine, Nice,  Franklin Furnace New York,  e no Museu de Poesia Contemporânea e Haiku em  Kitakami, Japão, bem como em suas leituras-solo nas casas de Literatura de Hamburgo e Viena. Depois de viver nos Alpes Alemães e Italianos, e nos Pirineus Franceses, Betty Leirner muda-se para a cidade de Hamburgo, onde realizou exposições e ‘solo-screenings’ no Schauspielhaus, na  Filmhaus, e na  Cinemateca Metropolis. O Museum fuer Voelkerkunde, Museu de Etnologia de Hamburgo, convida-a em 2000,  para realizar a primeira intervenção de arte contemporânea da história do Museu, ‘Nowehereland, Japan’. Em 2010, a Cinemateca Brasileira junto ao Instituto Goethe apresenta uma Retrospectiva de Betty Leirner  em São Paulo, com sete programas de videofilmes. Em 2011, em Berlin participa da exposição ‘A Wake’ no espaço Momentum, e apresenta uma compilação de seus filmes no Arsenal Kino, proposta por Adam Nankervis, paralela à sua exposição  no ‘Another Vacant Space’, Berlin. Betty Leirner vive e trabalha como artista e autora em Basel.


Nascida em 1959, São Paulo, Brasil.
Vive e trabalha na Basiléia, Suíça.

Obras do artista