Artistas

Sueli Espicalquis

Sueli Espicalquis 1955, Araçatuba, vive e trabalha em São Paulo. Iniciou sua formação participando de residências e cursos, com orientação de artistas como Paulo Whitaker, Paulo Pasta e do Grupo Hermes (Carla Chaim e Nino Cais), entre outros. Pesquisa a materialidade e fisicalidade da cor, utilizando suportes como pintura, desenho, fotografia e instalação, para refletir sobre a era em que vive e o seu entorno, enfatiza a materialidade e fisicalidade da cor em relações que, aparentemente harmônicas, atestam o conflito e a intranquilidade. Exposição individual; Superfícies Possíveis, Casa da Cultura da América Latina, CAL-UnB, Brasília. Seus trabalhos integram as coleções da Fundação Cultural da Paraíba, Galleria Archidy Picado, João Pessoa-PB e Espaço Cultural do TRT15, Campinas. Premiações: menção honrosa pela obra Caderno no VIII Salão de Artes Plásticas de São José do Rio Preto e menção honrosa pelo conjunto da obra no 40. Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba. Principais exposições coletivas: Mil e Uma, Galeria Murilo Castro, Belo Horizonte (2019), Vida, Galeria Alcindo Moreira, Instituto de Artes da UNESP-São Paulo (2019), Bienal das Artes, Sesc Brasília-DF, Arte Londrina - Estratégias Pictóricas, Casa de Cultura da UEL, Londrina, Até meio quilo, Museu Eugênio Teixeira Leal, Salvador-BA/Brasil, Museu de Arte Contemporânea Jataí-GO/BrasIL, Fundação Cultural da Paraíba, Galeria Archidy Picado, João PessoaPB, Casa de Cultura da UEL, Londrina-PR, Fundação Badesc, Florianópolis-SC, Museu de Arte de Ribeirão Preto-SP, Museu de Arte Contemporânea, Campinas-SP, Pinacoteca Benedicto Calixto, Santos.

Obras do artista