revista ArtSoul

O universo da arte como trama em 3 filmes que recomendamos

O universo da arte como trama em 3 filmes que recomendamos

 

 

 

The Square - A Arte da Discórdia

 

 

Vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes 2017, The Square - A Arte da Discórdia questiona de forma singular os parâmetros e valores que definem e movem o universo artístico, da obra de arte às pessoas, instituições e meios de comunicação que a propagam. Através de um roteiro sarcástico e provocador, repleto de tensões, o universo da arte se revela como cenário para discorrer sobre um tema mais profundo, a natureza humana frente a desconfortos e conflitos pessoais, numa trama que tem como protagonista um curador de museu. 




Diretor: Ruben Östlund

Assista o trailer aqui

 

 

 

 

 

Velvet Buzzshaw

 

 

Exibido pela primeira vez no Festival de Sundace 2019, Velvet Buzzshaw é uma sátira bem humorada do mercado de arte, que gira em torno de uma edição da feira Miami Basel. O roteiro esbanja clichés do meio artístico e destaca personagens como a ex-roqueira que se tornou uma galerista poderosa, Rhodora Haze; Gretchen, a curadora de museu que decide seguir carreira como consultora independente, o crítico Morf Vandewalt e a gallerina, Josephina. A trama se volta ao gênero terror (sem perder o humor) a partir da descoberta de um apartamento cheio de pinturas enigmáticas criadas por um idoso sem herdeiros que falece, e que seduzem os ambiciosos personagens.



Diretor: Daniel Gilroy

Assista o trailer aqui





A Dama Dourada

 

Centrado na pintura de autoria de Gustav Klimt Retrato de Adele Bloch-Bauer I (1907), o filme A Dama Dourada, baseado em fatos reais, conta a saga jurídica da sobrinha e herdeira de Adele, Maria Altmann, em reaver do Governo Austríaco o retrato de sua tia apreendido pelos Nazistas durante Segunda Guerra Mundial. Em 2006, a pintura foi vendida a Ronald Lauder por 135 milhões de dólares, tornando-a à época a pintura mais cara do mundo.

 



Diretor: Simon Curtis

Assista o trailer aqui