Artistas

José Antonio Cunha

Nascido em Salvador em 1948, iniciou seus estudos aos dezoito anos no curso livre da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia. Artista plástico, designer gráfico, cenógrafo e figurinista.

Seu trabalho se caracteriza pelo mergulho no imaginário das culturas afro-indígenas e popular nordestina brasileira, através da pesquisa, assimilação e transformação num universo próprio, mítico e mágico, simbólico e intuitivo.

Autor de inúmeras marcas e logotipos, ilustrações para livros e capas de discos, estamparias, ambientações de show e eventos, J. Cunha tem ainda o seu nome definitivamente vinculado ao carnaval, por haver criado e assinado a concepção visual e estética do bloco Ylê-Ayê.   

Participou da Bienal Internacional de “Design de Saint Étienne” – França e também da exposição “Design Brasileiro – Fronteiras 2009” no Museu de Arte Moderna de São Paulo-Brasil.

Participou de importantes bienais de artes plásticas e de exposições individuais e coletivas, entre elas o evento “The Refugee Project”, no Museu de Arte Africana de Nova York, em 1997 e “Exposição de Arte Contemporânea: As Portas do Mundo” na Europa e na África em 2006.

2018 participou da Exposição Afro - Atlânticas com obras  no Instituto Tomie Ohtake e no MASP, Museu de Arte de São Paulo e, da 42a edição do programa Ocupação Itaú Cultural em homenagem ao primeiro bloco afro do Brasil - o Ilê Aiyê com o trabalho da fachada da exposição. 

2019, participou na exposição À nordeste, no Sesc 24 de maio, SP. 

Próxima exposição, Junho 2019 - Sesc Bom Retiro, SP.

Atualmente é representado pelo escritório de arte Rosana Boaventura

Obras do artista